NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Friday, January 30, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 229 "O PREÇO DE UMA TRAIÇÃO"

229

Mediante a tanta euforia, convida a todos os seus príncipes e a todos os seus servos, para uma grande festa para apresentar a todos a sua nova rainha.
Decretou feriado a todas as províncias, para liberar o povo para este grande evento.
Naquele movimento de festa, Mardoqueu estava assentado a porta do rei, observando tudo o que se passava, e Ester mesmo vendo-o não deixa transparecer que o conhecia, cumprindo as determinações e as instruções de Mardoqueu.
Enquanto Mardoqueu estava assentado na porta do rei ouviu quando dois dos eunucos do rei planejava uma conspiração contra ele; e tão logo procurou uma maneira de chegar aos ouvidos de Ester, que agora já podia mandar e desmandar, pois já havia assumido o seu posto de rainha ao lado do rei Assuero.
Transmitindo para o rei tudo o que ouvira a respeito dos tais eunucos, enfatizando, que sabia de todas as informações através de seu pai de criação, Mardoqueu.
Mediante a tais informações, Assuero averigua a veracidade dos fatos, e chega à conclusão de que os dois eunucos realmente estavam em conspiração contra ele e deveriam morrer na forca, e tudo aconteceu para servir de exemplo para outros que se atrevesse desafiar o rei.
Depois de todos esses acontecimentos, Assuero promove a Hamã, colocando-o como porta voz do rei, e chefe de todos os príncipes que estavam com ele.

E assim todo o povo passa a dar obediências a Hamã, e se inclinavam e se prostravam perante ele, por que assim fora decretado pelo rei que tudo deveria ser feito como Hamã desejasse.

                        ----- EJO ---- Continua




O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-38


Capítulo -- 38

Longe dali, mais precisamente na periferia de Miami.

Cecílio - Eu não estou entendendo, a jogada deste investigador, só que não vou ficar aqui esperando pra ver o que vai acontecer.
Vamos sair agora enquanto está escuro, e vamos nos esconder por uns tempos, fora daqui, depois agente volta, se ele descobriu o numero do telefone, não vai demorar muito a aparecer, porque já sabe também onde estamos.

O Esconderijo parecia mesmo impossível de ser descoberto, só que eles não contavam com a astúcia do Alquisto.
Que ao telefonar, já estava prevendo a saída de Cecílio, e como o próprio Cecílio havia falado; que como ele teria descoberto o numero do telefone, também saberia a sua localização.
Não deu outra, pois ele já estava o aguardando, com um batalhão de policiais.
Não deixando nenhuma chance de fuga, a caçada foi boa, pois de uma só vez, foi preso o Cecílio o Jeremias, o tal do Jack tempestade, e todos os seus guardas costa, que estavam na entrada do esconderijo.
Quando parecia que estava tudo dominado, Cecílio tenta correr, e recebe um tiro de bazuca na cabeça, deixando o totalmente irreconhecível.
Os demais prisioneiros foram levados para penitenciaria, onde seriam julgados e condenados, quem sabe até a pena de morte, pelos crimes bárbaros cometidos, uma vez que a lei americana não deixa barato a quem a desrespeita.
Os bens adquiridos de maneira fraudulenta, tanto de Cecílio, como o de Jack Tempestade, foram confiscado, para indenização das famílias das vitimas do consumo de drogas ou de arma de fogo.
E assim mais uma quadrilha de malfeitores teve seu fim, graças à competência do investigador Alquisto.
-------

Depois de revistar todo o esconderijo, Alquisto encontra anotado em um papel o numero do telefone, de sua casa no Brasil, pensamentos vieram em sua cabeça, será que ele tinha algum contato criminoso no Brasil?

                                                        ------- EJO ------- Continua









Thursday, January 29, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 228 "SIMPATIA, SIMPLICIDADE E HUMILDADE NÃO FAZ MAL A NINGUÉM"

228

Ester cumpriu com todas as suas obrigações diante de Assuero, satisfez todas as suas exigências e não pediu nada em troca, como fez as demais que haviam entrado a ele anteriormente.
Com sua popularidade e beleza conquistou a simpatia de todos os que a via, e daquele momento em diante o rei Assuero já não mais queria saber de outra donzela, e levou a imediatamente para sua casa real.
Tudo isto estava acontecendo no décimo mês que é o aniversário de seu reinado que estava completando sete anos.
Amou Ester como não havia amado nenhuma outra mulher, nem mesmo a rainha Vasti conseguiu conquistar o rei Assuero como Ester.
E com sua simplicidade alcançou do rei, graça e benevolência, mais do que todas as virgens em todos os tempos.

E pôs a coroa real em sua cabeça, que outrora era da rainha Vasti, que foi abandonada por causa de sua desobediência.

                            ---- EJO ---- Continua

 


                 

O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-37



Capítulo -- 37

A Mansão era bem próxima ao trabalho por isto acharam melhor que a sala para tratar de negócios, deveria ser feita ali.
Assim poderiam unir o útil ao agradável, pois além do cafezinho feito exclusivo pra eles, podiam contar com a presença dos demais da casa.
E também porque não precisavam ter pressa em terminar as reuniões, quem se sentisse cansado era só ir pra cama, e tirar uma boa soneca, e estava pronto para retornar a lida.
-----
Dia seguinte, chega à hora da reunião; todos presentes.
-----
Zé Jacinto - Qual o assunto de tanta importância assim, pra nos tirar do nosso sossego? Afinal, se passamos as responsabilidades a vocês, é porque queríamos esquecer os problemas daqui.

Zequinha - Eu já estava até com saudade desta vida agitada daqui! Que bom ver todos vocês aqui reunidos!...Mas, estou sentindo um clima meio tenso, o que está acontecendo?

Fernando - (Tomando frente) O Senhor tio, mas, o pai não vai nem querer acreditar: imaginem que a Rita está de namoro com um sujeito filho do tal bandido que roubou o diamante do nosso tio Zé Jacinto!...

Zé Jacinto - Mas, como descobriram isso no meio de tanta gente, alguém logo filho daquele maldito bandido, para que uma filha minha, pudesse se apaixonar por ele?

(Fofocando)

Fernando - Isto, ainda não é tudo, o pior é que, além disto, o Antonio Carlos o convidou para trabalhar em nossa empresa.

Antonio Carlos - (Se defendendo) Depois que vocês o conhecerem vão mudar de opinião.
Em toda a minha vida aprendi muito com meu pai, a não julgar as pessoas, pelas suas origens, e nem pelas aparências, porque nem todos os dedos das mãos são iguais.
E de mais a mais o Carlos Alberto foi criado por uma pessoa muito especial, que se preocupa com o bem de todos.

Joãozinho - Mas, afinal como é esta história?

Rita - (Conta toda história de Carlos Alberto com todos os detalhes, fazendo com que todos ficassem admirados com ele.) Vocês irão gostar dele muito mais, quando o conhecerem.

Zequinha - Fiquei impressionado, com este rapaz, gostaria muito de conhecê-lo.

João Pedro - Mediante o que a Rita contou, ela tem todo o meu apoio.

Joãozinho - O meu também!...

Zé Jacinto - Se formos considerar, tudo que sofri por causa do pai dele, naturalmente estaria revoltado até com ele.
Mas, mediante a história que foi contada, só temos é que agradecer a Deus por tudo que nos tem dado.
A minha mãe também, sempre dizia que mais tem Deus pra dar do que o diabo pra tomar.
Mediante tudo isto até que dá pra entender este ditado.
Veja que no passado eu vivia a pão e a mexerica como dizia os antigos, numa miséria que parecia não ter fim, os meus rivais eram sempre bem de vida, pelo menos na aparência.
Agora comparando o que eu tinha com o que eu tenho hoje, onde estão os meus rivais?
É por isto que sempre agradeço a meu Deus todos os dias da minha vida!... Estou contigo minha filha, traga este rapaz para eu conhecê-lo.

Fernando - Pelo visto a Rita conseguiu convencer a todos, só espero que não venham a se arrepender no futuro.

Maria Zilda - O futuro a Deus pertence, a Rita tem todo meu apoio.


E assim a reunião terminou, dando ponto positivo para Rita e Carlos Alberto, deixando os que ainda não o conheciam na expectativa.

                                                                  -------EJO ----- Continua



Wednesday, January 28, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 227 "A HONESTIDADE FAZ BEM A SAÚDE"

227

Durante um período de seis meses, elas usavam óleo de mirra e os outros seis meses com especiarias e com coisas que servia para purificação da mulher.
Vencendo este prazo de doze meses, elas se apresentavam para o rei, e tudo quanto a escolhida  desejasse, recebia, depois de satisfazer as suas vontades, desde a tarde de um dia até ao amanhecer do dia seguinte.
E assim sucessivamente, a cada dia uma virgem diferente, e uma mulher só repetiria a visita ao rei em casos extremos, pela solicitação dele, exigindo a tal mulher, e nesse vai e vem até chegar a vez de Ester.
Como disse Ester não era filha de Mardoqueu, mas foi criada por ele, e devia a ele toda a sua educação e obediência.

E segundo as instruções de Mardoqueu ela não poderia dizer a sua procedência, para preservar a sua integridade; e quando o rei pôs os olhos em cima dela, agora já preparada de acordo com o regime da casa das mulheres, estava tão linda que chamou a sua atenção que pouco estava importando de onde ela teria vindo ou qual seria a sua procedência.

                          ---- EJO ----- Continua



O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-36

Capítulo -- 36

Maria Zilda - É impressionante, como estes meninos se deram bem na fazenda, parece que nasceram pra isto e a fazenda está prosperando cada vez mais, além da criação de gado, agora resolveram investir também em criação de cavalos de raça e ovelhas.

Rita - (depois de telefonar) Eu também acho eles muito competentes, e o pai mais o tio Zequinha, tem total confiança, e deixou a responsabilidade da Fazenda por conta deles.
Agora os dois velhos só pensam em pescar e caçar e viver á vida em paz.

Fernando - Vamos ver se eles vão ter calma quando souber quem é o pai de Carlos Alberto! (sempre querendo jogar água fria no romance de Rita, demonstrando verdadeiro ciúme, pela prima)... Não sei por que você foi se apaixonar logo por ele.

Rita - (Com certa irritação) Não sei o que lhe fiz pra você ficar com esta implicância, eu não sou nenhuma criança e sei muito bem o que quero da vida.

Antonio Carlos - Eu também acho que o Fernando, está exagerando e querendo jogar areia na sua farofa, como está chato!...

Maria Zilda - Liga, não, Rita, todos aqui já entendemos que ele está dispeitado com o Carlos Alberto, pois gostaria de poder estar no lugar dele, ele dá tanta bandeira, que já nem está conseguindo disfarçar mais.

Fernando - (desajeitado) Vocês não estão entendo nada, é claro que tenho um apreço todo especial por ela, mas sempre a respeitei, e de mais a mais, o que sinto ou deixo de sentir, isto só a mim interessa.

Antonio Carlos - Não podemos alterar nossos ânimos, vamos com calma.

Rita - Quando liguei para o João Pedro ele já estava bem próximo a fazenda, então disse a ele para comunicar o fato para os nossos pais, e é bem possível que eles também virão, mas, disse que era pra marcar esta reunião para amanhã.
O meu futuro está nas mãos de vocês, e eu acho que ficar aqui jogando farpas, não vai nos resultar em nada, vamos esperar para amanhã.


Antonio Carlos - Concordo plenamente contigo, então vamos voltar ao trabalho cada um pra sua sala!...

                                                    -------EJO ------- Continua 






Tuesday, January 27, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 226 " PARA SE DAR BEM NA VIDA É PRECISO PREPARO, POIS TUDO QUANTO TENTAR FAZER SEM PREPARO NÃO VAI CONSEGUIR SEU OBJETIVO"

226

Depois que foi divulgado o edital do rei com as novas exigências da lei, compareceu diante dele muitas moças, cada uma mais bela que a outra, mas quando o rei põe seus olhos sobre Ester, todas as outras moças ficaram pra segundo plano, a beleza das outras moças ficaram ofuscadas, diante da beleza de Ester.
Mas o rei manda que providenciasse tudo quanto as moças precisavam para mais tarde usufruir de sua beleza; uma boa alimentação, boas vestes, e jóias para o seu ornamento, e pôs o rei sete moças lindas e respeitosas que já viviam a serviço do palácio real, para fazer companhia especialmente a Ester, e que lhe servia em todas as suas necessidades.

Era de costume, ou melhor, era tradição e de lei, que as mulheres reservadas para o rei, e aprovadas por ele, ficassem se preparando com professoras escolhidas a dedos; durante um ano, para assim estar a disposição do rei, esses cuidados se referia a sua educação e a sua saúde.

                 ----- EJO ----- Continua





O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-35


Capítulo -- 35

Dia seguinte

Em casa de Rita, todos da família, já estão presentes aguardando a chegada de Carlos Alberto para a reunião.
----------
Maria Zilda - A Rita telefonou dizendo, que precisa conversar conosco, marcou esta reunião pedindo para que todos estivessem presentes.
Já estão todos reunidos e ela mesma ainda não chegou, e o Fernando precisa se retirar, para atender a um funcionário que se machucou em serviço.

Fernando - Os primeiros socorros já foram administrados, e já designei outro funcionário de confiança para levá-lo ao hospital, agora só falta à parte burocrática, isto o hospital poderá esperar um pouquinho, vou esperar mais uns cinco minutos, se ela não aparecer, vocês farão a reunião sem mim.
--------
Mal termina de falar, Rita entra na sala de reuniões.
-------
Rita - Gostaria de pedir desculpas pelo atraso, mas, o assunto pelo qual atrasei, é de interesse de todos nós.

Maria Zilda - Vamos menina, fale logo, não deixe agente em suspense.

Rita - Acho que vocês não vão gostar desta noticia, mas, quero dizer de antemão, que estou do lado da pessoa causadora desta noticia, mesmo porque ele não tem culpa nenhuma.

Antonio Carlos - Mas, por que este suspense todo?

Rita - Acontece que, em conversação com Carlos Alberto, chegamos à conclusão que ele é mesmo filho do tal coronel que roubou o diamante do nosso pai. (todos arregalam os olhos) hã!....
É uma história meio complicada, o pai de Carlos Alberto fugiu de Minas Gerais, justamente da aldeia em que nossos pais foram criados e foram para o Mato Grosso.
Lá constituíram família, e quando seus filhos já estavam bem grandinhos, ele foi encontrado morto na selva juntamente com os outros comparsas, deixando seus filhos na mais completa pobreza.
Passado algum tempo sua esposa casou se com um Pastor missionário que trabalhava naquela região, e vive com ele até hoje.

Fernando - (interessado) Então você não vai poder continuar seu namoro com ele?

Rita - Isto, não tem nada a ver uma coisa com outra, O Carlos Alberto já mostrou pra todos nós que é pessoa descente e responsável, e conquistou a amizade de todos aqui de casa, porque não dar um voto de confiança pra ele?

Antonio Carlos - Nós não podemos tomar atitude nenhuma, sem comunicar o fato ao papai e ao tio Zeca, afinal de contas, já estão de idade avançada, mais ainda estão vivos, e devemos a eles satisfações, sim!...
De minha parte, eu acho que devemos apoiar a Rita, pois ela o ama e também porque o Carlos Alberto foi educado por pessoas responsáveis e ele não tem culpa da falta de caráter de seu pai biológico.

Fernando - Tudo bem!... Vamos ver o que os velhos vão achar. (Como quem quer ver o circo pegar fogo)
O Joãozinho mais o João Pedro ainda estão na cidade, eles vieram comprar vacina pra o gado, vamos convocá-los para a reunião também.

Antonio Carlos - É muito justo que todos participem desta reunião, só não podemos permitir que o que for falado aqui não se transforme em fofocas.
Pois não acho justo, pessoas inocentes pagar por crimes dos outros, mesmo sendo esta pessoa da família.


Rita - Muito bem, então vou ligar pra eles.

                                                              ------ EJO --- Continua



Monday, January 26, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 225 "BONS CONSELHOS NUNCA SÃO DEMAIS"

 225
Em vista do ocorrido no palácio; Assuero toma estas medidas, na preocupação das grandes desavenças que naturalmente existiam nas famílias, e com um acontecimento deste porte, as mulheres se enchiam de direito, porque a própria rainha Vasti assim o desrespeitou.
E se as mulheres de seu reinado quisessem tomar a rainha como exemplo, iria complicar muito o reinado, e as desavenças familiares poderiam tomar um rumo, que talvez não tivesse como contornar, ficando ameaçado o seu controle sobre povo.
Os mais novos que viviam no palácio a serviço do rei, aconselha-o a tomar uma posição a respeito do assunto, dizendo; mande buscar lindas moças, puras e virgens e que agrade aos seus olhos, ponha o rei comissário em todas as províncias, faça um levantamento e mande escolher as mais belas.
Pois bem sabiam que em todas as províncias havia as mais lindas donzelas, e não seria difícil encontrar uma que satisfaria as necessidades do rei.
Com as qualidades da rainha Vasti, que naturalmente seria moldada de acordo com as exigências do rei, e que ocuparia o trono da rainha deposta, e que também reinaria em seu lugar.
Os conselhos dos jovens foram acatados pelo rei, que mandou logo providenciar a pessoa certa para resolver este impasse.

Havia na comunidade um homem, chamado Mardoqueu que outrora havia voltado para Jerusalém, depois de passar muitos anos de sofrimento como escravo de Nabucodonosor, ele criava uma jovem órfã, muito bela e de um comportamento exemplar, filha de seu tio.

                             EJO --- Continua





O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-34


Capítulo --34

Rita - A Diretoria das empresas poderá até interferir, mas, estou aqui pra ti defender, pois pelo tanto que ti conheço deu perfeitamente pra conhecer sua personalidade e seu caráter.
Agora veja que ironia do destino, a filha da vitima apaixonar logo pelo filho do carrasco, dá pra gente entender?

Carlos Alberto - Diante de tanta consideração, só tenho que agradecê-la.
Gostaria de poder reunir com a diretoria pra gente poder esclarecer tudo e o que eu puder fazer para ressarcir pelo menos parte do prejuízo que meu pai lhes causou, isto farei, apresentando o melhor de meus esforços em beneficio das empresas.
Esta conversa, naturalmente vai me inibir com sua família, não sei se vou ter coragem para freqüentar sua casa, se eu puder consertar pelo menos alguma coisa, podes crer que vou me esforçar pra isto.

Rita - Eu sei disto, mas, não se preocupe, porque como você mesmo disse, Deus escreve certo por linhas tortas, tudo isto que está acontecendo conosco Deus já sabia, pois nada fica encoberto que ele não traz a tona; de um jeito ou de outro agente sempre recebe as recompensas que merecemos.
Se agirmos bem receberemos boas recompensas, se agirmos mal também vamos receber, a punição merecida.

Carlos Alberto - Pelo menos você conhece a palavra de Deus, e sabe muito bem, que ele não deixa seu servo nas mãos do inimigo. (enquanto conversam a servente aparece servindo cafezinho aos funcionários, quebrando assim monotonia do assunto)

Rita - Bom!... Vou colocar este assunto em discussão, veremos a reação de todos, pode ficar despreocupado que vou fazer todo possível, pra não deixar você ser vitima do destino.
Afinal de contas o que você tem com isto, e de mais a mais sempre foi bom aluno e aprendeu tudo que seu padrinho te ensinou.
E sendo ele guiado por Deus, é lógico que não te ensinaria coisas que não prestassem.
--------
Carlos Alberto fica sem saber o que falar, mediante a tanto carinho e determinação.
-------
Carlos Alberto - Não tenho nem palavras, e nem sei como te agradecer.


Rita - Mas, eu sei, (abraça o e o beija) é assim que se agradece, agora vamos, já estou atrasada, amanhã agente se vê.

                                          ----------- EJO ---------- Continua





Friday, January 23, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 224 "EM TUDO TEM QUE HAVER COMPREENSÃO, PARA EDIFICAÇÃO DE TODOS"

 224

A rainha não quis atender o pedido do rei e recusa o convite de participar da tal festa, e não deu ouvidos as palavras dos eunucos segundo mandado do rei..
Furioso da vida, sua ira subiu-lhe a cabeça, e seus amigos tentam contornar a situação, foi quando ele perguntou a aqueles mais entendidos no assunto, o que fazer numa situação desta natureza, pois segundo a lei, o que se devia fazer a rainha Vasti por não ter atendido ao pedido do rei, que deveria ela comparecer a presença do rei devidamente, preparada para fazer a corte do rei.
Vendo eles o semblante do rei, a amargura e a decepção estampada em seu rosto,
Então disse Macucã na presença do rei e dos príncipes; não somente, pecou a rainha Vasti contra o rei, mas também contra todos os príncipes e contra todos os povos que há em todas as províncias do rei Assuero.
Porque naturalmente, um desacato desta natureza cairia nos ouvidos de todas as mulheres, que dariam razões pra ela e poderiam desprezar seus maridos, uma vez que a própria rainha o desrespeitara, também elas, se sentiriam cheias de si e poderiam fazer as mesmas coisas com seus maridos, e de boca em boca a foca poderia crescer, e todo reinado de Assuero ficaria comprometido.
Continuando o parecer de Macucã; Se bem parecer ao rei, que saia de sua parte um edital, e escreva-se nas leis dos persas e dos medos, a respeito do que as mulheres deverão ter para com seus maridos.
E não fique assim abatido, por que Vasti não entrará mais em sua presença, e então o rei dará o reino de Vasti para sua companheira que será bem melhor que ela.
E quando todos ouvirem o mandado do rei, que o rei decretar em todo o seu reino, as mulheres darão mais valor a seus maridos, desde a mais importante até as mais humildes.
Todos estes conselhos, de Macumã, o rei seguiu ao pé da letra, e agiu conforme foram suas palavras, enviou correspondência a cada província conforme o registro de cada uma na corte do rei, e a cada povo segundo a sua língua.
Que cada homem fosse senhor de sua própria casa, e que isto deveria ser publicado a todos os povos segundo a língua de cada um.
Passado estes desentendimentos, e depois de ter acalmado o seu furor, meditou nos últimos acontecimentos, e lembrou da rainha Vasti, e do que ela havia feito, e também do seu comportamento diante das ordens de seu rei, lembrou também que havia feito um decreto, baseado no comportamento das mulheres diante de seus maridos.

Como elas deveriam agir em casa, no seu dia a dia, nas suas responsabilidade, e sobre tudo como tratar seus maridos.

                                ---- EJO ----Continua




O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-33


Capítulo -- 33

Enquanto isto, no escritório das empresas Do Zé Jacinto, Carlos Alberto está feliz da vida, com o emprego, também pudera, ao lado de sua amada, tudo combina para o sucesso de todos, é muito importante em uma empresa onde todos trabalham felizes e satisfeitos.
----------
Rita - Afinal de contas, o que o Reitor Queria naquele dia que te telefonou lá do sul?

Carlos Alberto - É que eu assumisse o lugar dele, enquanto resolveria o tal empeno, mas, foi por pouco tempo ele já está no comando da Universidade novamente.

Rita - E sua família o que achou de sua nova decisão?

Carlos Alberto - Pelas primeiras noticias a respeito do trabalho, eles ficaram sem entender muito bem, mas, o padrinho confia muito em mim e me abençoou assim mesmo.
Prometendo me fazer uma visitinha, logo que puder; só que  pra ele se locomover até aqui vai ser muito difícil, pois já está de idade bem avançada, e já não tem mais aquela disposição.

Rita - Eu estava pensando que você poderia trazer seus pais aqui pra São Paulo, eles morando aqui ficará bem mais fácil pra você.

Carlos Alberto - Este é o meu pensamento, mas, por enquanto, não tenho como sustentá-los aqui, a aposentadoria dele mal dá pra se manter.
Agora, já que vou ter um salário, pelo menos não vou precisar que me mande mais dinheiro pra pagar a Universidade.

Rita - Se você não se importar, gostaria de poder ajudar.

Carlos Alberto - Não sou nenhum soberbo, mas, acho que ainda estamos nos conhecendo, quem sabe mais pra frente!...

Rita - Como você quiser isto mostra que é uma pessoa sensata.

Carlos Alberto - Você acredita que meu irmão, o do meio que mora em Miami, ligou lá pra casa, todo choroso, querendo fazer as pazes, dizia que andava muito triste e sem saída; ele se enrolou tanto com pessoas de baixo calão, e que não está sabendo lidar com esta situação, ele diz que está querendo voltar pra casa, só que já faz tantos dias e ele não ligou mais e nem apareceu; em vista das circunstâncias, o padrinho acha que mataram ele, e com isto, perde noites e mais noites de sono.

Rita - Imagino que com a idade dele deve estar sofrendo muito, você disse que vocês são treis irmãos, e que o mais novo foi morto em combate com a polícia: que sina essa sua hem!... Dois irmãos santinhos.

Carlos Alberto – Pra você vê! Pelo que mamãe conta, eles puxaram o mal caratismo de nosso pai biológico.
Diz ela que papai era um bandido da pior espécie, quando foram morar em Mato Grosso, foram pra lá fugidos.
Depois de roubar um diamante de um caipira, tentou roubar uma fazenda inteira, e quebrou a cara, foi quando fugiram pra lá, pois o filho do fazendeiro era capitão da guarda nacional, e naturalmente não ia deixar barato.

Rita - Você me contando tudo isto, me fez lembrar que meu pai o Zé Jacinto, tem uma história parecida com esta.
Só que ele era o tal caipira, que foi roubado, será que estamos falando da mesma pessoa?


Carlos Alberto - Se for à mesma pessoa, será bem provável que seus irmãos, vão rever minha posição, e também proibir nosso namoro...

                                                                     ------ EJO ------- Continua




Thursday, January 22, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 223 "QUANDO FAZEMOS A OBRA DO SENHOR COM RESPONSABILIDADE E DE BOA VONTADE, PODEMOS CONTAR CERTOS COM AS MAIS RICAS BÊNÇÃOS, DADAS TAMBÉM DE BOA VONTADE PELO NOSSO DEUS "

 223

Esta festa era restritamente para os convidados de honra, que durou cerca de cento e oitenta dias.
No final destes cento e oitenta dias, o rei prolongou mais sete dias exclusivamente para o povo, que residia na fortaleza de Susã, sem nenhum preconceito, tanto os maiorais do povo, quanto aos mais simples e humildes, e por sete dias no pátio do jardim do palácio real, e com isso Assoeiro teve a oportunidade de mostrar todo o luxo e beleza, e toda a sua fortuna.
Queria ele se mostrar; dizer que com ele, ninguém se comparava, imagine servir todo aquele povo com vasos de ouro, e o mais interessante que eram todos diferenciados uns dos outros, e havia muita fartura de vinho, podendo servir a todos sem regras, porém era lei que ninguém forçasse o outro a beber demasiadamente, mas que todos fossem servidos conforme a vontade de cada um.
As ordens do rei teria que prevalecer em quaisquer circunstância; e sua esposa a Rainha Vasti, para contrariar a vontade do rei, resolve também promover uma festinha, para as mulheres que trabalhavam na casa real do rei Assuero, e isso seria como uma provocação, pra tirar a tranqüilidade do rei.

Naquele momento, todos estavam eufóricos por causa do efeito do vinho, e o rei se sentia muito feliz, e manda seus eunucos buscar a rainha Vastí, queria que todo o povo a visse com sua esplendorosa coroa como também mostrar aos príncipes a sua formosura, pois era muito linda de se ver.

                            ---- EJO ---- Continua





O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-32

Capítulo -- 32

Jack Tempestade - Então de agora em diante, considerem meus sócios, precisamos fazer um balancete das coisas que vocês têm, para acerto de fim do ano.
Não quero ser taxado de explorador dos que trabalham pra mim, vou te fornecer tudo que precisar, e vocês trabalham duro depois dividiremos o lucro.
Há!... Tem mais, todo serviço extra são pagos, fora do acerto da sociedade; e olha que serviços extras são os que não faltam.
-----
Negócio feito todos satisfeitos. (nisto o telefone toca, Jeremias atende).


Jeremias - Alô!... Quer falar com Quem?

Investigador Alquisto - Quero falar com esse tal de Cecílio.

Jeremias - Quem quer falar com ele?

Alquisto - Não interessa o que tenho a dizer, diz respeito a ele, a você, quem sabe, mais tarde.

Jeremias - (coloca a mão abafando o fone)... Um sujeito que não quis dizer o nome, quer falar com você.

Cecílio -- Alô!... O que você quer de mim?

Alquisto - Eu só quero lhe dizer, que estou na sua cola.

Cecílio - Porque, não me deixa em paz?

Alquisto - Cale a boca e me escute, e trate de entender bem porque não vou repetir, vamos entrar de sola contra todos estes bandidos, e quero que você fique fora desta.

Cecílio - Não estou entendo nada, mas, afinal, quem está falando?

Alquisto - Vai dizer que não sabe com quem está falando, quer que soletre letra por letra, ou basta dizer escuridão? Este código você conhece muito bem, não é mesmo?

Cecílio - Não estou aqui pra brincadeira, diz logo quem é e o que quer.
Se você é quem estou pensando, porque está me telefonando?
Porque está se preocupando comigo, afinal, a quem devo tal consideração?

Alquisto - Quem lhe disse que já te considerei algum dia, com bandidos eu não tenho nenhuma consideração;  acontece que fizemos um jogo e neste jogo você ganhou, vamos precisar de você mais tarde, agora não me pergunte por que ou quando, na hora certa você vai saber.

Cecílio - Se você acha que vai me intimidar, está enganado, fique sabendo que não me impressiono com trotes, e nem com brincadeira de mau gosto.

Alquisto - Não estou brincando não, dê se por satisfeito e agradeça muito a Deus por isto, porque você vai ser o único que vai sobreviver desta quadrilha maldita.

Não saia de casa, por enquanto ainda não chegou há sua hora.

                                                     -------- EJO ------- Continua




Wednesday, January 21, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO N º 222 "QUANDO UM GOVERNO ATENDE AS NECESSIDADES DO POVO E É TEMENTE A DEUS, TUDO CONTRIBUI PARA O BEM DE TODOS"

222

Neemias se contendeu com todos eles, e obteve bons resultados, pois a casa do Senhor ficou livre de todas estas inconveniências.
Quando uma casa ou uma comunidade ou mesmo a nação, fica a cargo de pessoas que não respeitam as leis de Deus, a tendência de tudo é fracassar.
Veja, uma família, onde o chefe da casa é alcoólatra, ou viciado em qualquer outro vício assim como jogo e outras coisas mais.
Como um chefe desta natureza pode exigir respeito de seus filhos, e bem sabemos que os filhos sempre aprendem os maus costumes de seus pais, e vai ser também no futuro uma alcoólatra tal como ele, ou quem sabe até pior que ele.
Portanto se quer respeito em seu lar, deve-se respeitar a todos, aliás o respeito deverá ser mútuo, todos deverão respeitar uns aos outros, e mostrar dignidade uns para os outros.
Da mesma forma a administração de uma comunidade, se não houver respeito e honestidade para com o povo, será uma fracasso total.
Também uma nação onde seus governantes não têm respeito pelo povo que os colocaram pra ser responsável pela nação e não tem o temor de Deus, não terá um governo que satisfaça as necessidades do povo, e naturalmente o desequilíbrio é difícil de ser controlado.

Um grande e respeitado rei:

Quando um presidente ou um rei leva a sério o seu reinado, e que coloca Deus em primeiro lugar em todas as suas ações, e enquanto ele estiver satisfazendo a vontade de Deus, jamais haverá desentendimento, e tudo contribui para o bem de todos.                                                 Vemos no caso do rei Assoeiro, que reinou sobre cento e vinte e sete províncias.
Era homem forte, decisivo e destemido, no terceiro ano de seu reinado, resolveu promover uma grande festa, para tal, convidou pessoas importantes, assim como as autoridades da Pércia, e Média, como também todos os maiorais de todas as províncias de seu reino.
Ali estava ele assentado em seu luxuoso trono de onde mandava e desmandava, e toda a ordem dada deveria ser cumprida, sem nenhuma restrição.
A dita festa tinha um caráter especial de mostrar a todos, o quanto ele era importante, mostrando também a sua riqueza, e toda a glória de seu reino, e o

esplendor da sua excelente grandeza.

                         ---- EJO ----- Continua



O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-32

Capítulo -- 32

Jack Tempestade - Então de agora em diante, considerem meus sócios, precisamos fazer um balancete das coisas que vocês têm, para acerto de fim do ano.
Não quero ser taxado de explorador dos que trabalham pra mim, vou te fornecer tudo que precisar, e vocês trabalham duro depois dividiremos o lucro.
Há!... Tem mais, todo serviço extras serão pagos, fora do acerto da sociedade; e olha que serviços extras são os que não faltam.
-----
Negócio feito todos satisfeitos. (nisto o telefone toca, Jeremias atende).


Jeremias - Alô!... Quer falar com Quem?

Investigador Alquisto - Quero falar com esse tal de Cecílio.

Jeremias - Quem quer falar com ele?

Alquisto - Não interessa o que tenho a dizer, diz respeito a ele, a você, quem sabe, mais tarde.

Jeremias - (coloca a mão abafando o fone)... Um sujeito que não quis dizer o nome, quer falar com você.

Cecílio -- Alô!... O que você quer de mim?

Alquisto - Eu só quero lhe dizer, que estou na sua cola.

Cecílio - Porque, não me deixa em paz?

Alquisto - Cale a boca e me escute, e trate de entender bem porque não vou repetir, vamos entrar de sola contra todos estes bandidos, e quero que você fique fora desta.

Cecílio - Não estou entendo nada, mas, afinal, quem está falando?

Alquisto - Vai dizer que não sabe com quem está falando, quer que soletre letra por letra, ou basta dizer escuridão? Este código você conhece muito bem, não é mesmo?

Cecílio - Não estou aqui pra brincadeira, diz logo quem é e o que quer.
Se você é quem estou pensando, porque está me telefonando?
Porque está se preocupando comigo, afinal, a quem devo tal consideração?

Alquisto - Quem lhe disse que já te considerei algum dia, com bandidos eu não tenho nenhuma consideração;  acontece que fizemos um jogo e neste jogo você ganhou, vamos precisar de você mais tarde, agora não me pergunte por que ou quando, na hora certa você vai saber.

Cecílio - Se você acha que vai me intimidar, está enganado, fique sabendo que não me impressiono com trotes, e nem com brincadeira de mau gosto.

Alquisto - Não estou brincando não, dê se por satisfeito e agradeça muito a Deus por isto, porque você vai ser o único que vai sobreviver desta quadrilha maldita.

Não saia de casa, por enquanto ainda não chegou há sua hora.

                   ---------- EJO --------- Continua