NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Thursday, December 31, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/36 "Deus dá a capacidade, a cada um no seu campo de capacidade. Pra você que pratica a pirataria, procure saber qual o seu dom e seja você mesmo. Você pode até achar que está se dando bem com a pirataria, mas Deus vai te cobrar, quando você menos esperar. A guerra também tem por de traz a ganância, vivem brigando por causa do poder, principalmente por causa do petróleo, nunca se satisfazem, estão sempre querendo mais a qualquer custo. Não se importam com quantos inocentes estão nesta frente de batalha, sem ter nada com isto e nem como se defenderem. "

           DEUS NO COMANDO DE TUDO 

            VOLUME --  03  --  PARTE  --  36

No dia seguinte da ceia na casa de Lázaro; Jesus retorna a Jerusalém, e quando a multidão que vieram para os festejos da páscoa souberam que Jesus estava chegando, fizeram a Ele uma grande recepção, foram ao seu encontro e colocaram ramos e folhas de palmeiras por onde Jesus haveria de passar, e clamavam em alta voz, Hosana, Hosana; bendito o rei de Israel que vem em nome do Senhor.
E para cumprir o que os profetas disseram, Jesus veio montado em um jumentinho, que diziam:
Não temas, ó filha de Sião eis que o teu rei vem assentado sobre o filho de uma jumenta.
Os seus discípulos não entenderam porque Jesus havia de vir assentado sob um jumentinho, mas, isto foi só no princípio; mas quando Jesus foi glorificado, entenderam e se lembraram do que estava escrito a respeito dele nas escrituras, e tudo teria que ser cumprido como estava escrito.
Todos aqueles que estavam com Jesus quando na ressurreição de Lázaro, testificavam a favor de Jesus confirmando tudo quanto Jesus havia feito.
E mediante a confirmação da multidão, os principais dos sacerdotes aumentavam as suas preocupações em perder os seus poderes de diante do povo. 
Havia chegado da Grécia para Jerusalém, alguns homens para adorar e participar da festa da páscoa, e queriam ver a Jesus, porém tinham dificuldades pra chegar a Ele; necessitando de ajuda de alguém mais próximo de Jesus, então apontaram a Filipe que por sua vez chamou a André e foram  juntos a apresentar os gregos a Jesus.
E Jesus aproveita a ocasião para lhes mostrar a verdade a respeito da vida eterna, dizendo: é chegada a hora em que o filho do homem há de ser glorificado.
Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra não morrer, ficará ele só, mas se morrer dá muitos frutos.
Quem ama a vida perdê-la há, e quem neste mundo, aborrece a sua vida, guardá-la, há para a vida eterna.
E se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver ali estará também o meu servo; e se alguém me servir, meu Pai o honrará.
Jesus não estava em condições de falar muito, porque estava confuso, estava com a Alma perturbada, mas falou; que direi eu? Pai salva-me desta hora; mas não foi pra isto que vim?  Para esta hora?
Pai glorifica o teu nome; então veio uma voz do céu que dizia: já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei.
A multidão presente tinha ouvido tudo, mas não entendo o que estava acontecendo, diziam que era trovão, outros alegavam que era a voz de anjo.
Jesus esclarece toda duvida, dizendo: não veio esta voz por amor de mim, mas por amor a vós, e será o juízo deste mundo e expulsará o príncipe das trevas deste mundo.
E eu quando for levantado da terra, todos atrairei a mim.
Com isto Jesus queria mostrar que tipo de morte estava esperando.
Mais confusa a multidão se mostrava, e diziam, nós temos ouvido da lei, que o Cristo há de permanecer para sempre; agora tu dizes que o filho do homem contém que seja levantado? Quem é esse filho do homem?
Mesmo nos dias atuais os homens querem se engrandecer, e se mostrar diante dos outros; Jesus já dizia, que os homens amavam mais a glória dos homens que a glória de Deus.
Hoje vemos o sucesso que os cantores que se dizem crentes fazem, principalmente aqueles que são beneficiados com a vantagem do equilíbrio econômico, querendo ser maiorais e pisam nos mais humildes em princípio de carreira.

Se uma Igreja solicita de seus serviços, pode esperar que vão cobrar um alto cachê, e com um agravante, não aceitam negociar, e exigem muitas mordomias.

                               --- EJO --- Continua



Wednesday, December 30, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 -- P/35 "AINDA ASSUNTO RELACIONADO A POLITICOS ---- Até mesmo a sua família não escapa destas artimanhas, tem candidato que faz até pacto com o diabo para ser eleito. E quando são eleitos, não se satisfazem, querem mais, aí começam as falcatruas, e os desfalques são grandes, que são depositados em contas em outros países. Outro desastre da ganância é a pirataria, falsificam tudo, e os legítimos donos dos dons ficam a ver navios, pirataria é falso e tudo que é falso tem que ser combatido, trazendo mais dignidade para seus legítimos donos""

             DEUS NO COMANDO DE TUDO

              VOLUME --  03 --  PARTE  --  35

E estando eles assentado à mesa, Marta o servia, e Lázaro era um dos que estava assentado com Ele.
Maria sentiu que precisava mostrar o quanto o amava, e pegou um vaso com um perfume dos mais caros da época e o derramou sobre os pés de Jesus como se estivesse lavando-os com o perfume, e depois os enxugou com seus cabelos.
O aroma do perfume se rescendeu por toda a casa, chamando a atenção de todos; Judas o Iscariote, filho de Simão que o havia de traí-lo; com sua ambição recrimina a atitude de Maria, em vista do alto preço do tal perfume, que poderia ser vendido e ser distribuído entre os pobres.
Pura demagogia, pois o que ele desejava mesmo é que aquele perfume fosse exclusivamente para ele e não para Jesus.
As palavras de Judas não tinham nada a ver com os pobres, ele jamais se preocupava com isto, o que ele interessava mesmo era tomar o que não era dele, pois era um sujeito asqueroso e de mal caráter, e ficava sempre à espreita no que poderia tomar de alguém.
Porque será que Jesus tinha um elemento deste em sua companhia, e por cima, sendo um de seus discípulos?  
Acontece que a oportunidade é dada para todos que se mostra interesse em servir a Jesus, porém nem todos são sinceros com suas atitudes, isto nós vemos até em nossos dias.
Muitos se dizem ser cristãos mas não dão o testemunho que esperam dele, são representantes de Deus, porém são corruptos e procuram se dar bem a qualquer custo.
Jesus conhecendo à intenção de Judas, e sabendo que sua hora estava chegando, disse pra ele pra deixar Maria atuar segundo a sua vontade, pois assim ela estaria já adiantando o seu estado pós morte em sua sepultura, e disse mais; os pobres sempre tendem convosco, e a Ele ninguém mais o veria pessoalmente.

Em meios a tantos judeus que ali estavam, muitos vieram não só para ver a Jesus, mas também a Lázaro a quem Jesus havia ressuscitado, e sabendo os principais dos sacerdotes onde Jesus estava, procurava uma maneira para matá-lo, e Lázaro também estava sob a mira das intenções dos sacerdotes, que pensavam que teria de tirar a fama que Jesus havia espalhado com a sua ressurreição, porque muitos dos judeus por causa dele, iam e criam em Jesus.

                               ----- EJO ---- Continua



Tuesday, December 29, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/34 "A ganância desvirtua e corrompe o homem, por causa da ganância, ele não se importa em prejudicar seu próximo, ele nunca está satisfeito com o que tem, está sempre querendo mais. Por causa disto ele rouba, mata, comete todos os tipos de loucuras, faz trapaças, praticam falcatruas absurdas, para se dar bem. Na política, vemos os candidatos, querendo ganhar as eleições a qualquer custo, travam uma verdadeira batalha para se eleger, atropelam seus adversários, da maneira mais vergonhosa. Usam da desonestidade para se dar bem, cada um quer mostrar que é mais esperto e mais esperto e mais competente que o outro

                  DEUS NO COMANDO DE TUDO

                   VOLUME --  03 --  PARTE  --  34

E os principais dos sacerdotes e os fariseus se reuniram em conselho, para tomar uma resolução a respeito de Jesus, e estavam em duvidas, e diziam entre si, que faremos?
Pois Este homem faz muitos sinais; se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os Romanos, e tirar-nos-hão o nosso lugar e a nação.
Os lideres dos judeus estavam preocupados porque Jesus estava se tornando muito especial entre o povo, e por isso queriam matá-lo, temendo que Jesus viesse a tomar suas lideranças.
Jesus tomando conhecimento de tais intenções, preferiu se afastar junto com seus discípulos para o deserto onde ficaria por um bom tempo numa cidade chamada Efraim, e ali pregava e ensinava aos que por ali encontravam.
Estava se aproximando os festejos da páscoa, e o povo de várias localidades já estavam chegando para assim comemorarem este grande evento, e muitos se preocupavam em purificar-se por isso vieram até a Jerusalém.
Não encontrando Jesus no templo, perguntavam-se uns aos outro, porque será que ele ainda não está aqui presente? Será que não virá a festa?
As ordens dos principais dos sacerdotes eram para que se alguém o visse teria que denunciá-lo, para que pudessem prendê-lo, porém Jesus não apareceu porque ainda não era chegada a sua hora.
Seis dias antes da páscoa Jesus foi para Betânia, onde Morava o seu amigo Lázaro, aquele que havia morrido e que Jesus o havia ressuscitado, e ali naquela cidade Jesus foi recebido com honrarias, e com um grande banquete

                          ---- EJO ---- Continua



Monday, December 28, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/33 "Falar que é cristão é muito fácil, mas testemunhar como verdadeiros cristãos é um pouco mais difícil, mas não impossível, é só deixar Jesus fluir em sua vida e entregar a ele todo seu ser. Estas frases, não cansamos de repeti-las, simplesmente pelo fato de tentar fazer você refletir bem como está o seu viver"

                   DEUS NO COMANDO DE TUDO 

                     VOLUME -- 03 --  PARTE  --  33

Jesus só praticava o bem e mesmo assim, viviam perseguindo-o a ponto de querer apedrejá-lo, forçando-o a se retirar para bem longe do Jordão, não por medo ou covardia, mas, porque ainda não havia completado sua missão.
Depois dessa fuga, estando ele bem longe do Jordão, recebe a noticia que seu querido amigo Lazaro que estava muito doente havia falecido, e dois dias depois da noticia Jesus deixa todos os seus afazeres para ir consolar seus amigos, e familiares de Lazaro, voltando para judéia onde queriam apedrejá-lo.
Marta disse pra Jesus que se ele tivesse presente o seu irmão não havia morrido, e Jesus muito emocionado também chora em ver seus amigos sofrendo.
Para consolar Marta, Jesus disse-lhe, seu irmão há de ressuscitar; Marta sem entender acha que Jesus estava se referindo a ressurreição dos tempos finais. 
Então Jesus foi até o sepulcro onde estava Lazaro, e manda que retirassem a pedra, a lição que tiramos disso é que Jesus com seu poder poderia simplesmente dar uma ordem e a pedra seria retirada sozinha, mas para que cervice de exemplo para nós, que o que é de nossa parte Deus não interfere, cada um de nós temos nosso compromisso que só a nós pertence, e precisamos cumprir com ele.
Quando a pedra foi retirada, Marta diz a Jesus que Lazaro já estava com mau cheiro, e já fazia quatro dias de sua morte, portanto já estava em estado de decomposição.
Isto pra Jesus não fazia diferença, tanto quatro como quarenta, porque o poder vinha de Deus seu Pai, que fez o céu e a terra, e se Deus fez, está nas mãos dele, e tudo será feito conforme a sua vontade.
Então Jesus levanta os olhos para os céus e clama a seu pai pedindo que ressuscitasse Lazaro que foi atendido imediatamente.
Para espanto de todos os presentes; Lazaro que estava todo envolto em panos, se livra de todo empecilho e aparece na entrada do tumulo.
Na petição que Jesus fazia a seu Pai, ele dizia, sei que tens ouvido minhas preces, mas para que a multidão veja em mim a sua glória e o seu poder e creiam que tu me enviaste.
E muitos dos que estavam ali presentes creram em Jesus, porém muitos também que eram revoltados com Jesus, saiu imediatamente a denunciar o fato para as autoridades locais.

                              --- EJO ----- Continua 




Friday, December 25, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 -- P/32 "A cada dia, é um novo dia, é nosso dever procurar ser sempre melhor que o dia anterior. Será que estamos em condições de viver vida plena com Jesus, será que estamos preparados para enfrentar tais desafios? Muitos ostentam o nome de cristão, mas não têm fé suficiente e cai no primeiro obstáculo que aparece, não estão preparados para enfrentá-los, pois a sua conversão ainda não foi completa falta-lhes a fé e a convicção. Ainda não se entregou verdadeiramente a Jesus Cristo, ainda não deixou Cristo ser seu ajudador."

                         DEUS NO COMANDO DE TUDO

                          VOLUME --  03  --  PARTE  --  32

Se cremos em Jesus, e em seu Pai que o enviou, temos a convicção de encontrarmos com Ele na glória celestial, assim Jesus disse: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para vida.
Muitas histórias interessantes vemos na passagem de Jesus sobre a terra.
A multiplicação dos pães, as curas; Jesus anda sobre as águas, numa demonstração de domínio e poder.
E por muito bem que ele fez, muitas pessoas foram beneficiadas, mesmo assim foi abandonado à sorte dos malfeitores.
Bem disse Jesus que um profeta não faz sucesso em sua própria casa ou em sua própria pátria, em vista disto nem os seus próprios irmãos não acreditavam nele.
Jesus veio ao mundo com uma missão especifica, salvar os pecadores de seus pecados e conceder uma vida mais digna à aquele que aceitar os seus ensinamentos, mesmo que isto significasse sua morte, Ele disse quem crer em mim e naquele que me enviou, tem a vida eterna.
A mulher adultera, foi pega e trazida a Jesus para que fosse o juiz a julgar o seu procedimento, Jesus sem dar uma palavra, simplesmente se abaixou a escrever com o dedo na areia, deixando aqueles que a trouxeram indignados e esperando uma resposta de Jesus.

Calmamente Jesus se levanta, fixa bem os olhos naqueles homens, e com poucas palavras dá a definição de seu julgamento, dizendo: aquele que não tiver nenhum pecado pode jogar a primeira pedra, nenhum daqueles homens tinha uma vida perfeita, todos eram pecadores e assim sendo a mulher não sofreu nenhum mal, porque ninguém queria se comprometer com sua consciência.

                            ---- EJO ---- Continua



Thursday, December 24, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/31 "Se dermos testemunho verdadeiro de Cristo, somos olhados com bons olhos e podemos transformar este testemunho em conversão de almas. Se para darmos testemunho, formos desafiados até a morte; se somos cristãos de verdade, por amor do evangelho não podemos fugir, Deus nos dará forças para resistir e Nele devemos nos apoiar. O apostolo Pedro diz que se padecermos pelo amor do evangelho, seremos bem aventurados, não podemos temer ameaças e nem nos amedrontar, antes devemos a cada dia nos purificar e nos santificar mais e mais a Jesus Cristo"

                        DEUS NO COMANDO DE TUDO

                        VOLUME --  03 --  PARTE  --  31

Naturalmente que o doente curado, estava se sentindo muito feliz e fazia questão em mostrar para todos a sua satisfação, quando alguns dos judeus, se mostra diante dele para empedí-lo de levar sua cama e seus pertences, porque era sábado.
Na sua simplicidade, responde para os judeus que aquele homem o havia autorizado que ele levantasse e levasse sua cama e todos os seus pertences.
Indignados, os judeus pergunta a ele quem lhe havia dado a tal ordem, mas ele não sabia explicar, porque Jesus já havia se retirado, em vista de ter uma grande multidão presente, ele não podia agir naquele momento, pois tinha em sua programação, ensinar no templo, e estava com pressa.
Mais tarde Jesus vê no templo o tal homem que ele havia curado, e diz a ele: você já está curado, não peques mais, para que não te suceda alguma coisa pior.
Saindo o homem curado dali, foi e anunciou o acontecido aos judeus dizendo que era Jesus que o havia curado. .
Revoltados os Judeus passou a perseguir a Jesus porque realizava estas maravilhas no sábado, e queriam dar um fim em Jesus a todo custo.
Porque razão deixarei eu de fazer o bem só porque é sábado, meu pai trabalha até agora, e eu trabalho também.
Ainda mais os judeus se enfurecia porque Jesus tinha a resposta a todas as acusações que eles faziam, e faziam questão em não deixar Jesus realizar a sua obra, nesse ponto Jesus era desobediente, porque seguia apenas o que era determinado por seu Pai, e não iria dar ouvidos as ordens dos judeus.
 Jesus não só desrespeitava o sábado como também dizia que o que ele fazia era em nome de seu Pai, e agia tal como Ele.
Na verdade, na verdade vos digo, que o filho por si só, não pode fazer coisa alguma, se o que ele fizer não for feito por parte do Pai, porque tudo o que o Pai fizer o filho faz igualmente.
Porque o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz, e ainda mostrará maiores obras do que estas que tenho feito, para que maravilheis e entenda que como Ele ninguém fará coisa alguma.
Porque assim como o Pai ressucita os mortos, e os vivificam, a quem quiser, e também a ninguém julga, mas deu ao filho toda a responsabilidade de todo juízo.

Para que todos honrem o filho, como honram ao Pai; quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou.

                                 --- EJO ---- Continua



Wednesday, December 23, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL - ATO - 15 ÚLTIMO ATO

Ato - 15  --  "Último ato"

Penha – Esta história nos traz certa revolta em ver o quanto existe de gente ruim neste mundo, mas tudo o que aconteceu na história foi real para que se cumprisse a vontade de Deus no que nos diz a escrituras sagradas.

Senhor Valdir – A vinda de Jesus a este mundo foi para cumprir a profecia dos profetas de Deus, que haveria de vir um rei que salvaria a todos de seus pecados, e que seu reinado não teria fim.
Ele veio para salvar a todos que nele crer, por isso sofreu e morreu em nosso lugar.
Um versículo que sempre está em minha memória é o de João 3 v 16 que diz:
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Penha – Por isso temos a obrigação de anunciar o sofrimento de Jesus, para que almas se convertam a seus pés.
Bem!... A conversa está muito boa, mas agora o sono chegou boa noite a todos!... 
--------
Cada um sai de cena, deixando a sala vazia, fecha a cortina, e a moça da faixa desfila mostrando a faixa com palavra 

FIM.
-----------

O intento desta peça, é ajudar as igrejas a se programarem a apresentação do nascimento de Jesus Cristo de forma diferente, 
O que você viu nesta peça, poderá ser modificado, se for para acrescentar melhorias segundo a criatividade do diretor.

LEMBREM SEMPRE QUE O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL, É O ANIVERSÁRIO DE JESUS CRISTO, NÃO É NENHUM TIPO DE COMÉRCIO, MUITO MENOS FARRA EM NOME DO NATAL, OU ROUPA BONITA

Para mais detalhes entre em contato conosco –


(Aguardem nova faze da Vida de Jesus) 

                              ---- EJO ---- Continua




DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/30 -- "A sociedade espera de nós não somente o nome de cristão, mas que tenhamos convicção de sermos cristãos; dando testemunho verdadeiro de quem representamos, somos testemunhas vivas de Jesus Cristo para os que ainda não o conhecem. Ao testemunhar estaremos levando a nossa sociedade e o povo em geral a uma reflexão séria a respeito do evangelho, não um evangelho fácil que aceita conviver com o pecado e suas ilusões. Mas um evangelho comprometido em zelar pelo caráter e a dignidade de todos que o representa e um comprometimento ainda maior, real e verdadeiro com o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo"

                    DEUS NO COMANDO DE TUDO

                     VOLUME - 03 --  PARTE --  30

Depois do encontro de Jesus com a mulher samaritana, se passaram dois dias e já estava em Galiléia, e mostra a todos que ninguém é importante em sua própria casa, mas para os de fora ele pode mostrar muito bem  o que na realidade ele é; Ele disse que um profeta não tem honra na sua própria pátria.
Os habitantes de Galiléia tinham por Jesus um apreço todo especial, e o receberam com grande alegria, pois em Jerusalém Jesus havia feito muitas maravilhas, e eles eram conhecedores dos feitos de Jesus, porque haviam participado dos festejos em Jerusalém e viram tudo o que Jesus havia feito.
E também tinham a certeza que Jesus faria muita coisa ali na Galiléia para beneficiar a todos que nele cressem, que além de mostrar o caminho certo que haveriam de seguir, também muitos seriam beneficiados com a cura de seus problemas tanto de saúde como também no aspecto moral e na maneira de viver de cada um.
Naqueles dias em que Jesus estava em Galiléia, muitos milagres ele realizou, e estava chegando o dia da grande festa em Jerusalém, e Jesus sabia que ali haveria de ter muitos que necessitaria de sua ajuda.
E assim foi para Jerusalém afim de participar dos festejos.
Em Jerusalém; próximo a entrada das ovelhas, havia, ou ainda existe um tanque chamado em hebreu de Btesda o qual com seus cinco alpendres vivia abarrotados de pessoas necessitadas, afim de receber cura de suas doenças.
Essa multidão aguardava o movimento das águas, que um anjo enviado dos céus descia para movimentá-las, e quando a água se movimentava, era um corre, um empurra, empurra e nem todos conseguiam aproveitar desse benefício.
Nas aproximidades do tanque um homem que já havia trinta e oito anos doente e não conseguia se aproximar das águas, porque não havia ninguém que podia ajudá-lo.
E quando Jesus ia passando viu aquele homem e prontificou-se em ajudá-lo, e pergunta ao homem: queres ser curado?.
O homem sem conhecer a pessoa que estava lhe oferecendo os seus préstimos, responde-lhe; eu não tenho uma pessoa para me levar as águas, quando elas se movimentam e quando eu tento me aproximar, outro já tomou a minha frente, e isto já se faz trinta e oito anos e não consigo entrar na água.
Jesus, tendo compaixão daquele homem, disse-lhe; levanta-te, tome a tua cama, e anda.

Sem titubear, o homem creu em Jesus e levantou-se, juntou tudo o que lhe pertencia e foi para sua casa, acontece que aquele milagre foi realizado no sábado que era respeitado segundo o costume dos antigos, e qualquer ato ou qualquer atividade neste dia era repudiada pelas autoridades judaicas.

                                   ---- EJO ----- Continua



Tuesday, December 22, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO - 14

14
------
(abre a cortina, muda de cenário, passa uma faixa dizendo; muito tempo depois, o novo cenário deve destacar casas pobres, formando uma rua, com gente simples)

 1º CIDADÃO -- É… O rei está mal, desde quando mandou matar aquelas crianças, ele não tem mais paz! Parece que ele vive em constante desatino.

2º CIDADÃO -- É!… O que ele está passando, é resultado de sua incredulidade, a vingança de Deus, pode até tardar, mas nunca falha, ele vai pagar por cada criança, que mandou matar.

(os cidadãos se retiram, e fecha a cortina)
-------
(narrador fala, com as cortinas fechadas)

NARRADOR -- Estando mortos, Herodes e todos os que perseguiam o menino para matar; veio o anjo do senhor a José no Egito, em sonho, dizendo; levanta-te toma o menino e tua mãe, e vai para terra de Israel; e ouvindo José, que Arquelau, pai de Herodes reinava sobre a Judéia, receou ir para lá, mas avisado pela divina revelação, foi para as partes da Galileia; e habitou numa cidade chamada Nazaré; para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas. ELE SERÁ CHAMADO O NAZARENO.
E viveu José, Maria e o menino Jesus em Nazaré por muitos anos.
E crescia e fortalecia o menino em Espírito cheio de sabedoria, e a graça de Deus estava com ele...

(encerramento, fundo musical adequado, volta os anjos do principio com nova coreografia) (fecha a cortina lentamente)

(Narrador faz uma oração agradecendo a Deus pelo nascimento de Jesus e pedindo pelos necessitados)
--------
Volta à cena na casa do Senhor Valdir a comoção toma conta de todos, e cada um queria comentar o que mais lhe tocou.
--------
Senhor Valdir – O nosso grupo de teatro está nos surpreendendo cada vez mais, pareciam atores profissionais, (Empolgação) que empenho, que naturalidade, parecia que estavam realmente vivendo aquelas cenas.

Penha – Agente que está acostumado a ver somente cenas do nascimento de Jesus, esta peça veio mostrar coisas nunca visto antes.
A começar pela visita do casal na casa de Isabel, e também a visita de Zacarias ao templo e como tudo aconteceu, fiquei com pena dele quando ficou mudo!.. O ator deu um show de interpretação.

Alzira – Fiquei muito impressionada com a cena do parto, que calma de José, e com que carinho ele tratava Maria, isto me comoveu muito, que sufoco que eles passaram!...

Marcos – Pra mim o que me chamou a atenção foi à cena dos anjos descendo do céu para falar com os pastores.


Letícia -- Me deu vontade de entrar em cena quando aqueles soldados começaram a matar as crianças, vendo a Raquel toda ensanguentada, tive que me segurar para não entrar, a minha vontade era de entrar e matar aqueles soldados.

                      ---- EJO ---- Continua



DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/29 -- "O verdadeiro cristão se preocupa com a salvação de sua alma e de seus amigos, familiares, e seus colegas de trabalho ou do colégio onde estuda, enfim se preocupam com as almas perdidas de um modo geral. Preocupam também com seus próprios atos, na repercussão que eles poderão trazer, se a sua vida está sendo olhada com bons olhos, se está servindo como exemplo para os que estão a sua volta. Ficando sempre aquela interrogação, será que, o que estou fazendo ou que tenho feito tem sido positivo ou ainda preciso melhorar o meu modo de agir."

                   DEUS NO COMANDO DE TUDO

                    VOLUME --  03 --  PARTE  --  29

(LEIA O FINAL DO TEXTO ANTERIOR PARA DAR SENTIDO AO ATUAL) 

Então a mulher logo se interessa por esta água que Jesus está lhe oferecendo, entendendo tudo errado; então disse a Jesus, Senhor dá-me dessa água, para que não tenha mais sede e não precisar vir aqui para buscá-la.
Jesus entende que aquela mulher precisava muito mais que água, então manda ela que buscasse seu marido.
O diálogo entre Jesus e aquela mulher se prolongou, e como Jesus sabia muito bem tudo o que se passava com ela, mesmo sabendo que ela não tinha marido, mandou que ela o chamasse, e ela responde que não tinha como chamá-lo porque não tinha marido.
Jesus entende bem, porque já sabia e então disse: disseste bem, não tenho marido, porque tivestes cinco maridos e o que agora tens não é seu, disseste toda a verdade.
Senhor vejo que és profeta, disse a mulher.
A conversação da mulher samaritana com Jesus trouxe muito entendimento, pois a maneira de como adoravam no monte, não satisfazia a verdadeira necessidade daqueles que diziam ser fiéis a Deus.
E Jesus mostra a ela a verdadeira maneira de adorar ao Senhor, se colocando na mesma posição de humano, dizendo: vós adorais o que não sabeis, e nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus, mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Porque Deus é espírito, e é importante que todos aqueles que o adore, adore-o em espírito e em verdade.
Inocentemente a mulher disse-lhe: eu sei que o messias a quem chamam de Cristo virá, e quando ele vier nos dirá tudo o que nos convém e que precisamos saber.
Para sua surpresa, Jesus se declara. Eu sou o que fala contigo; e enquanto conversavam, os seus discípulos acabavam de chegar, e se impressionaram em ver Jesus conversando com aquela mulher, mas não abriram as suas bocas pra dizer nada, muito menos censurar por estar falando com uma mulher estranha e que não seria da Judéia.
Sem esperar por mais nada a mulher deixa ali o seu cântaro e vai até a cidade a encontrar com os tais homens de quem Jesus havia falado que seriam os tais maridos a quem ela se referia,  e chama-os para ver Jesus que havia falado tudo o que ela havia feito, ou como a sua maneira de viver; disse ela: vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito, porventura não é este o Cristo?

E imediatamente os tais homens acompanharam a mulher e foram ver a Jesus.

                            ---- EJO ---- Continua



Monday, December 21, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO -- 13

Ato 13

(abre a cortina, faixa algum tempo depois – cenas na aldeia, -- um grupo de soldados irritados e, nervosos movimentam a cena; entre eles se destaca um que se diz chefe; o comandante de todos, com um pergaminho nas mãos).

COMANDANTE -- Vida longa ao rei Herodes…

TODOS -- Viva! Viva!

COMANDANTE -- (lendo o pergaminho) Vossa majestade o rei Herodes, decretou, que por traição, as suas leis, hão de morrer todos os traidores, e todas as crianças abaixo de dois anos de idade; porque para este povo só existe um Rei, (pausa) Sua Majestade o Rei Herodes.

 TODOS -- Que morram todos… Que morram todos!…

COMANDANTE -- Então cumpram as ordens do rei!... (de um a um saem os soldados, como se obedecendo a ordem; logo em seguida ouvem-se gritos de pavor e lamentações de mulheres e crianças.)

RAQUEL -- (entra em cena, suja com sangue, e implora ao comandante a deixar as crianças em paz)… Eu imploro meu senhor, não faça mais mal as nossas crianças, faça o que quiserdes comigo, mas deixe nossas crianças em paz.

COMANDANTE -- Não adianta lamuriar, estamos cumprindo ordens do rei, e também não precisamos de um novo rei por aqui.
 E além do mais o rei está muito revoltado, porque foi enganado; a ordem é não deixar nenhuma criança, abaixo de dois anos viva, assim ele acha que seu rival também morrerá.

RAQUEL -- (chorando inconformada, insiste)… Que mal o rei pode esperar de crianças indefesas, o rei e todos  os que obedecem a uma ordem como esta, não passam... De covardes.

COMANDANTE -- Afaste-se daqui, mulher, já estou perdendo a paciência contigo, você está atrapalhando o meu trabalho (empurra-a, ela cai, mas não se cala)


RAQUEL -- Covarde!... Covardes!... Vocês vão ter que acertar contas com o Senhor nosso Deus. (ainda caída no chão, ela continua a lamentação, erguendo as mãos para os céus, implorando em nome de Deus.)

                     ---- EJO ---- Continua



DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/28 -- "Testemunhar é um desafio glorioso, pois se amamos o nosso Deus, temos que ter prazer em mostrar ao mundo que somos fieis a Ele. Temos de mostrar a diferença que existe entre as pessoas que procuram fazer a sua vontade, daquelas que não estão nem aí. Aqueles que procuram de alguma forma servi-lo e os que não querem nada com nada"

                 DEUS NO COMANDO DE TUDO 

                   VOLUME --  03  --  PARTE  --  28

Se não houver uma transformação de vida, ou seja, nascer de novo, não adianta ter nome de cristão, as coisas velhas se passaram e eis que tudo se fez novo, assim deverá ser a vida do verdadeiro cristão, viver dignamente para honra e glória de Deus.
Seguindo o exemplo de João Batista, precisamos nos humilhar diante da face de Deus, diante Dele eu não sou nada, não sou ninguém, maior é Ele diante dos homens, e não há quem pode competir contrário a sua vontade.
Tudo o que vem de Deus é maior que todos os interesses do homem, por isso precisamos estar sempre prontos para servi-lo.
Tudo o que conseguirmos fazer para agradá-lo ainda não será suficiente pelo seu tanto amor a ponto de enviar seu único filho a padecer em nosso lugar; se sacrificou por culpa nossa.
Na cidade de Sumária, chamada Sicar, havia ali um poço fundo feito por Jacó que matava a sede de todos que ali passavam, e Jesus em sua caminhada, provavelmente durante a noite, parou ali para descansar, assentou-se perto do poço.
Aproximadamente as seis horas da manhã, quando uma mulher samaritana veio tirar água no poço, e Jesus pede água a mulher que retruca com preconceito; como sendo tu judeu, pedes de beber a mim que sou samaritana?
Os judeus não se davam bem com os samaritanos.
Jesus fez a mulher entender que aquele que estava ali diante dela não era uma pessoa comum, e responde dizendo; se tu conheceres o dom de Deus e quem é que está lhe pedindo água naturalmente iria pedir e ele te daria água viva.
As palavras de Jesus não foram bem entendidas pela mulher, e ela continua; tu não tens como tirar e o poço é fundo, onde pois conseguiria tirar água viva?
Por acaso és tu maior que o nosso pai Jacó, que nos cedeu o poço bebendo ele próprio e os seus filhos como também os animais?

Retrucando Jesus, disse: qualquer pessoa que beber desta água do poço voltará a ter sede, mas aquele que beber desta água que estou lhe oferecendo nunca mais terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d’água que salte para a vida eterna.

                         ---- EJO ---- Continua



Friday, December 18, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO -- 12

Ato -- 12

Primeiro Pastor -- Eu trago-te ouro. Ó Jesus meu Rei! Todo o meu tesouro aos teus pés porei! (reverencia o menino e ajoelha ao lado da manjedoura, assim sucessivamente os outros)

Segundo Pastor -- Eu trago-te incenso, rico e sem igual, perfume a ungir-te, ó meu Rei divinal! 

Terceiro Pastor -- E, eu trago-te a mirra para te ofertar, ó Rei do universo queremos te adorar!

(Ao terminar de entregar os presentes, ajoelhados e de mãos para o alto, Dá glórias a Deus, as mesmas palavras que aprenderam com o anjo do Senhor)

Todos -- Glória a Deus nas alturas e paz na terra e boa vontade para com os homens. (Ao terminar a frase, faz um gesto de reverência e saem) (fecha-se a cortina)
-----------

(Enquanto isto no palácio de Herodes)

(abre a cortina (cenas no palácio, o rei convoca seus súditos)).
-----------
SÚDITO -- Estou ao seu dispor majestade.

REI HERODES -- Leve alguns homens e tragam aqui, os tais pastores que andam dizendo a respeito deste novo Rei.

SÚDITO -- Mas, majestade! Todos nós sabemos que existe somente um rei, e que este rei, ninguém melhor que vossa majestade.

REI HERODES -- É, mas eu preciso tomar minhas precauções; não posso deixar que um boato destes, possa vir me atrapalhar.

SÚDITO -- Vossa majestade tem razão, vou imediatamente atrás destes tais pastores.

(o súdito sai voltando mais tarde com os pastores)
(enquanto isto o rei tira um cochilo sob a vigilância de dois guardas, de repente acorda em sobressalto e dirige-se a um dos guardas)

REI HERODES -- Porque demoram tanto, será que estes infelizes pastores já foram embora? Pode demorar o tempo que for preciso; mas terão de trazê-los até a mim.

GUARDA -- Tenha calma meu rei, nossos soldados são muito competentes, já, já eles vão entrar por aquela porta; (pausa) olha parece que estão chegando.

1º SÚDITO -- (entrando) Estão aqui os pastores, não queriam vir, alegavam que estavam com pressa, para convencê-los tivemos que fazer algumas ameaças.

REI HERODES -- Aproximem-se; como ousam negar uma convocação do rei?

1º PASTOR -- Majestade, é que…

REI HERODES -- Cala-te não me interrompa, eu mandei chamar vocês aqui, para me informar onde está o menino, que nasceu; sim este que dizem ser o novo rei, (pausa, com cinismo) eu também quero conhecê-lo e levar alguns presentes. (fala em tom zombeteiro).

2º PASTOR -- É! Só… (recebe uma cotovelada discreta do primeiro pastor) Bom… (continua)… a gente segue até a aldeia; lá existe uma cabana abandonada, agente chega à rua principal, no fim daquela rua tem mais duas, uma a direita e outra a esquerda, segue a da direita depois dobra a esquerda vai até ao final da rua, e vais encontrar a tal cabana onde está o menino; espero que a sua majestade não faça nenhum mal ao menino; pois ele é muito especial.

REI HERODES -- Claro, claro, eu sei, vou até levar presentes pra ele, agora podem ir, já tenho as informações que preciso.

3º PASTOR -- Se precisar mais alguma informação, é só nos procurar.

(os pastores se retiram, fecha a cortina)
-----
(abre-se a cortina cenas rápida no pátio)

3º PASTOR -- Você deu as informações erradas, para o rei, agora nossa tranquilidade acabou, o que temos a fazer agora, é fugir o quanto antes.

1º PASTOR -- É isto mesmo, quando o rei descobrir que foi enganado, ele vai ficar furioso, se ficarmos aqui estaremos correndo sério risco de vida.

2º PASTOR -- Então o que estamos esperando? Vamos passar cêbo nas canelas e dar o fora daqui, agora!...

(fecha-se a cortina.)
------------
(abre à cortina, cenas na estrebaria, José e Maria estão dormindo, e o anjo aparece em sonho a José)

ANJO -- José levanta-te e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá, até que eu ti diga; porque o Rei Herodes há de procurar o menino para matá-lo. (acaba de falar e sai)

JOSÉ -- (José acorda assustado com o sonho e se apressa)… Maria, Maria, acorda, o anjo do Senhor, veio até a mim em sonho, e nos mandou fugir para o Egito imediatamente; pois o Rei Herodes, está procurando o menino para matá-lo.


(Fecha a cortina)

                                --- EJO ---- Continua



DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/27 "Estevão sacrificou sua própria vida por amor ao evangelho, foi apedrejado até a morte, e neste apedrejamento contou com a participação de Paulo que mais tarde confessa ter sacrificado muito daqueles que davam testemunho de Cristo. Arrependido, é invertida a posição de perseguidor a ser perseguido, porque também agora era testemunha de Jesus Cristo – Atos 22 v 20. Tiago irmão de João, também foi morto a fio de espada a mando de Herodes o rei da época, que também se sentia ameaçado diante de suas mensagens pelas quais tocavam diretamente em sua maneira de agir, que não estava bem visto perante aos olhos de Deus."

                DEUS NO COMANDO DE TUDO

                   VOLUME --  03 --  PARTE --  27

“Jesus o Verbo, estava no princípio com Deus, e todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele, nada do que foi feito se fez. Nele estava à vida, e a vida era a luz dos homens.
E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam, preferindo assim viver na ignorância das trevas,
Estava no mundo e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam
Mas a todos, quantos o receberam , deu lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos crêem em seu nome, pelos quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas da vontade de Deus”
Na Bíblia nos deparamos com histórias fantásticas.
Na passagem de Jesus em nosso meio, constatamos coisas maravilhosas que ele realizou; nas bodas de Canaã da Galiléia ele transforma a água em vinho, importante observar que o vinho que Ele transformou da água foi muito melhor que o melhor vinho servido durante toda a festa.
Também é interessante frisar que quando ele disse que derrubariam o templo e ele o reconstruiria em três dias, ele estava se referindo a ele mesmo, pois ele seria moto (quer dizer seria derribado) e se ergueria novamente em três dias, ou seja a sua ressurreição, no terceiro dia da sua morte. Na ressurreição dos mortos os seus discípulos lembraram-se desta passagem, e creram nas sagradas escrituras, e nestas palavras que Jesus havia dito.
Outra passagem interessante foi a história de Nicodemos , quando Jesus com toda paciência o instruiu a respeito das escrituras, e do novo nascimento.
Nicodemos, um fariseu, príncipe dos judeus, mestre e professor de Israel, mas ignorante a respeito da salvação, e Jesus o adverte, se não nascer de novo, não nascer da água e do espírito, não pode entrar no reino de Deus.

O que é nascida da carne é carne, o que é nascido do espírito é espírito, não te maravilhes de ter te dito isto, necessário vos é nascer de novo.

                                    ---- EJO --- Continua



Thursday, December 17, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO - 11

Ato - 11

(Ainda no campo)

 Primeiro pastor -- Com um tempo destes as horas parecem não passar, não vejo à hora de amanhecer logo, pra acabar com esta agonia.
Veja!...Lá no céu que linda estrela, passando, ela veio daquelas bandas do ocidente, parece que está indo em direção ao nosso povoado.

Segundo Pastor -- Que sensação agradável, parece alguém vindo do céu...

Terceiro Pastor -- Interessante, eu nunca vi homem nenhum voar, e este ai até asas tem, que mistério será este? De onde será que ele está vindo? Será que veio nos amedrontar? Como pode!... (A conversa continua mais a frente)

NARRADOR -- Havia naquela comarca, pastores que estavam no campo e guardavam toda a noite o seu rebanho, e o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.

Primeiro Pastor -- Não estou entendendo nada, há poucos minutos atrás, era só escuridão, agora, vejam, está tudo tão claro como o dia.
Será que Deus, está mandando um anjo para nos castigar, por alguma coisa que fizemos de errado?

 – Continua com cenário do 3ºato.
------------
 (Anjo se aproxima, como se tivesse vindo do céu, efeito, utilizar uma escada de abrir na parte externa na entrada do palco, a escada deverá ser retirada imediatamente, usar o lançador de fumaças para melhorar os efeitos).
------------
Anjo -- Não temais, porque eu vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo, o marco de um grande dia.
Na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo o Senhor.
E isto vos será, como sinal; achareis o menino envolto em panos e deitado em uma manjedoura. (entram em cena os outros anjos nas duas entradas do palco, e dizem em coro em uma só voz) Glória a Deus nas alturas e paz na terra e boa vontade para com os homens. (os anjos se retiram, os que entraram pela direita saem pela esquerda e os que entraram pela esquerda saem pela direita)
---------

NARRADOR -- E os pastores decidiram ir até Belém, para ver o que aconteceu, pois o Senhor os fez saber, e foram apressadamente e acharam o menino deitado na manjedoura, e lhe ofertaram dádivas: ouro, incenso e mirra. (Os pastores chegam entregando os presentes um de cada vez, e ajoelhados adoram o novo Rei).

                             --- EJO ---- Continua



DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 -- P/ 26 - "A história do cristianismo revela momentos quando vidas foram sacrificadas por testemunharem de Jesus Cristo; o caso de Estevão, por exemplo, é marcado pelo seu compromisso com Jesus. Estava sempre pronto a falar aos outros toda verdade a respeito de Jesus, tinha prazer em testemunhar, era sincero e firme em suas decisões e por isto era cheio de graça e poder do Espírito Santo. E era poderoso em suas mensagens e temido pelos poderosos da época, pois mostrava as falhas e o pecado do povo e do governo"

              DEUS NO COMANDO DE TUDO

               VOLUME - 03  --  PARTE  --  26

 (Leia o final do texto anterior para dar sentido ao atual)

Cada um dos presentes mata a sua curiosidade ao ver as chagas de Jesus, mas se resignando, sempre com duvida, pois as alegrias que traziam em seus corações não os libertavam de seus pensamentos.
Para confirmar a veracidade das palavras de Jesus, Ele disse: Tendes aqui alguma coisa para se comer?
Então eles apresentaram parte de um peixe assado e favo de mel, e Jesus tomou, e comeu diante deles.
E faz questão em fazê-los recordar de suas palavras, quando ainda em seus sermões ele ensinava o povo, frisando bem que tudo teria que ter acontecido para assim cumprir toda a escritura, e o que estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos salmos.
Depois destas palavras, abriu-se o entendimento de todos; e Jesus completa, assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dos mortos.
E em seu nome pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados em todas as nações a começar por Jerusalém; e desta coisas, sois vós testemunhas.
E eis que sobre vos envio a promessa de meu Pai: ficai, porém na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestido de poder.
Ao terminar estas palavras Jesus sai para fora pedindo-os que o acompanhasse, até Betânia, e ali levantando as suas mãos em direção ao povo, os abençoou.
Aconteceu que, abençoando-os, Jesus se aparta deles e foi levado ao céu, e todos os presentes elevando suas mãos em direção a Jesus e via-o desaparecer de diante de seus olhos.
E adorando-o eles voltaram para Jerusalém com grande júbilo, e todos os dias iam para o templo para louvar e bem-dizer o nome do Deus vivo e poderoso que domina a terra, com justiça.

Jesus, foi, É, e será eternamente o nosso Deus. No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.

                              --- EJO ----Continua



DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 -- P/26 "A história do cristianismo revela momentos quando vidas foram sacrificadas por testemunharem de Jesus Cristo; o caso de Estevão, por exemplo, é marcado pelo seu compromisso com Jesus. Estava sempre pronto a falar aos outros toda verdade a respeito de Jesus, tinha prazer em testemunhar, era sincero e firme em suas decisões e por isto era cheio de graça e poder do Espírito Santo. E era poderoso em suas mensagens e temido pelos poderosos da época, pois mostrava as falhas e o pecado do povo e do governo"

            DEUS NO COMANDO DE TUDO

             VOLUME -- 03 --  PARTE  --  26

(Leia o final do texto anterior, para dar sentido ao atual)

Cada um dos presentes mata a sua curiosidade ao ver as chagas de Jesus, mas se resignando, sempre com duvida, pois as alegrias que traziam em seus corações não os libertavam de seus pensamentos.
Para confirmar a veracidade das palavras de Jesus, Ele disse: Tendes aqui alguma coisa para se comer?
Então eles apresentaram parte de um peixe assado e favo de mel, e Jesus tomou, e comeu diante deles.
E faz questão em fazê-los recordar de suas palavras, quando ainda em seus sermões ele ensinava o povo, frisando bem que tudo teria que ter acontecido para assim cumprir toda a escritura, e o que estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos salmos.
Depois destas palavras, abriu-se o entendimento de todos; e Jesus completa, assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dos mortos.
E em seu nome pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados em todas as nações a começar por Jerusalém; e desta coisas, sois vós testemunhas.
E eis que sobre vos envio a promessa de meu Pai: ficai, porém na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestido de poder.
Ao terminar estas palavras Jesus sai para fora pedindo-os que o acompanhasse, até Betânia, e ali levantando as suas mãos em direção ao povo, os abençoou.
Aconteceu que, abençoando-os, Jesus se aparta deles e foi levado ao céu, e todos os presentes elevando suas mãos em direção a Jesus e via-o desaparecer de diante de seus olhos.
E adorando-o eles voltaram para Jerusalém com grande júbilo, e todos os dias iam para o templo para louvar e bem-dizer o nome do Deus vivo e poderoso que domina a terra, com justiça.

Jesus, foi, É, e será eternamente o nosso Deus. No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.

                                 --- EJO --- Continua



Wednesday, December 16, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO -- 10

Ato --10

A minha alma engrandece ao Senhor;
O meu Espírito se alegra em Deus meu Salvador;
Porque atentou na baixeza de sua serva;
Pois que desde agora todas as nações me chamarão bem aventurada;
Porque me fez grandes coisas o poderoso;
Santo, Santo, é o teu nome, e sua misericórdia;
É de geração em geração sobre os que o temem;
Com o seu braço obrou valorosamente;
Dissipou os soberbos, no pensamento de seus corações;
Depuseram dos tronos os poderosos, e elevou os humildes;
Encheram de bens os famintos, e despediu vazios os ricos;
Auxiliou a Israel seu servo, recordando se da sua misericórdia; para com Abraão e sua posteridade para sempre.
Grande é Senhor e mui digno de ser louvado, desde agora para sempre, Amém...

(Se dobra reverenciando, aos presentes)

IZABEL -- (Também feliz da vida bate palmas) Muito bem, muito bem; belas e sábias palavras; só mesmo quem tem a proteção de Deus, para falar com tanta inspiração e sinceridade; mas agora se sentem, por favor, vamos comer alguma coisa.

(todos se assentam ao redor da mesa e a cortina vai fechando lentamente)
------------
(Um moça de boa aparência passa com uma faixa) (_Tempos depois_)

(Abrem-se as cortinas; no palco um vai e vem de pessoas apressadas se gesticulam para comentar a respeito do grande evento político; ou seja, passam discutindo política, o narrador fala no mesmo instante do vai e vem)
------------
NARRADOR -- E aconteceu que naqueles dias, saiu um decreto da parte de Cezar Augusto, para que todos se alistassem, e José e Maria como todos da região, também saíram para obedecer ao decreto do Rei; e todas as hospedarias já estavam ocupadas.
------------
(após a narração entra José e Maria, Maria deverá se mostrar cansada, sempre segurando a barriga, protegendo o bebê).
-------------
JOSÉ -- Já percorremos toda a cidade, e não conseguimos hospedagem, ninguém pode nos ajudar, a sua situação está me preocupando, e pelo visto vejo que teremos de nos acomodar por aqui mesmo nesta estrebaria! Não tem outro jeito.

(Se possível conseguir alguns animais, para fazer fundo da cena)

 MARIA -- A seu lado não temerei mal algum, pois sei que o meu Deus o nosso Deus está conosco.

JOSÉ-- (com muito carinho prepara um aconchego para Maria) Deite-se aqui Maria e descanse, parece que está chegando a sua hora, Deus vai nos mostrar como fazer, tenho certeza, que tudo sairá bem, fique descansando e eu vou preparar alguma coisa pra gente comer. (José tira do alforje, algumas vasilhas e movimenta-se como se fosse cozinhar)
(Prepara uma fogueira a base de papel celofane vermelho, com iluminarias por baixo dos papéis cortados em tiras. (Fecha a cortina)

-----------(Momentos depois)

(Abre-se a cortina; cenário representando um campo de pastagem; e os três pastores andam de um lado para o outro, conversando entre si para não dormir)
----------
Primeiro Pastor -- É! Tudo indica que vamos ter novidades nesta noite, o tempo está um tanto abafado, parece que vai chover.

Segundo pastor -- Sei, não, eu estou é com um pressentimento estranho, parece que alguma coisa muito importante vai acontecer, este céu tão escuro nos dificulta a guarda das ovelhas!...

Terceiro pastor -- É! Todo cuidado é pouco, qualquer descuido nosso, os lobos poderão atacar.

Olha as nuvens, como estão agitadas, ta esquisito mesmo, to numa ansiedade que não consigo me controlar, parece que estou esperando alguma coisa acontecer.

                          ---- EJO ---- Continua