NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Thursday, June 01, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/173 -- CONTINUAÇÃO -- Só podemos perdoar ou ser perdoados mediante o arrependimento sincero; se magoamos alguém, temos obrigação de tomar consciência de nossas atitudes. E pedir perdão com arrependimento sincero para sermos perdoados. Em relação ao reino de Deus, só seremos perdoados, se houver sinceridade em nosso pedido de perdão. Pois muitas vezes pedimos perdão pelos nossos pecados, por mero costume em nossas orações. Às vezes a nossa cabeça está muito longe daquilo que estamos pedindo, e nada adiantou a nossa oração, e o nosso pedido de perdão também não passou do teto"


                  O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                              PARTE - 173

O povo fora da lei de Deus por tanto tempo, estava tão contaminado com as abominações, que não faltou quem os apontassem como responsáveis por atos libidinosos e de muita outras sujeiras.
E, Esdras ao ouvir o relato dos príncipes ficou apavorado, sabendo que aquele povo que estava fazendo sacrifício, não era digno da presença do Senhor, e em sinal de protesto contra aquele povo, rasga as suas vestes e nem mesmo a sua barba foi poupada.
No seu lamento, Esdras extravasa dizendo:
E, ouvindo eu tais coisas, rasguei o meu vestido, e arranquei os cabelos de minha cabeça e da minha barba, e me assentei atônito, não querendo acreditar em tantos absurdos.
Os homens de boa índole e que temiam ao Senhor, veio se ajuntar a Esdras, na tentativa de se afastar daquele povo contaminado, que viera do cativeiro.
Então Esdras, ficou paralisado assentado na mesma posição até o sacrifício que seria na parte da tarde.
E quando estava chegando à hora de começar o próximo sacrifício, Esdras esquece-se de suas aflições, já que havia rasgado suas vestes, se pôs de joelhos, e estendeu suas mãos para o Senhor Deus. E disse:
Meu Deus! Estou confuso e envergonhado, para levantar a ti a minha face; porque as nossas iniquidades se multiplicaram sobre nossas cabeças, e a nossa culpa tem crescido até aos céus.

Desde os dias de nossos pais até o dia de hoje estamos em grande culpa, e por causa de nossas iniquidades, fomos entregues, nós, os nossos reis e os nossos sacerdotes nas mãos dos reis da terra, à espada, ao cativeiro, e ao roubo, e a confusão do rosto, como hoje se vê.

                               ---- EJO ---- Continua




No comments: