NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, June 06, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/176 -- CONTINUAÇÃO -- "Temos a necessidade de retroceder e buscar onde erramos, será que estamos sendo sinceros, ou estamos enganando a nós mesmos? Às vezes insistimos em permanecer como se a cada momento estivéssemos sendo acusados. Segundo o que aprendemos na Bíblia, Ele não nos acusa, Ele perdoa, quem nos acusa somos nós mesmos pela nossa consciência. Compreender o perdão de Deus em nossas vidas facilita o processo de mudanças em nossos comportamentos. Em nossa maneira de agir e pensar, uma só palavra (perdão) nos ajuda a chegar a um consenso de nossa realidade. E esta atitude nos liberta dos erros que antes praticávamos inconscientemente. E nos coloca em condições de caminhar com Deus, e estar em sintonia com os direcionamentos que Ele nos mostra"


              O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                   PARTE -  176

Então Esdras se levantou, e ajuramentou os maiorais dos sacerdotes e dos levitas, e a todo Israel de que fariam conforme os conselhos de Secanias, e eles juraram fazer tudo quanto ouviram, e se prontificaram em buscar sempre ao Senhor.
Esdras estava numa situação depressiva mediante a tanta irregularidade do povo que viera do cativeiro, era um povo inescrupuloso e sem papas na língua, e falavam todo tipo de palavras obscênas e achavam tudo muito normal, pois estavam completamente afastados da presença do Senhor Deus de Israel.
E Esdras estava enojado com tanta transgressão, a ponto de ver em sua frente os alimentos e não querer tocar neles.
E fizeram proclamação por Judá e em Jerusalém a todos que vieram do cativeiro, para que ajuntassem em Jerusalém.
E que todo aquele que não comparecesse no prazo de três dias, segundo os conselhos dos príncipes e dos anciãos, teria a sua fazendo interditada e confiscada para a congregação dos que vieram do cativeiro.
Ninguém queria perder seus bens, e compareceram em massa em Jerusalém, tanto os de Judá como os de Benjamim.
Toda essa concentração foi realizada no dia vinte de setembro; estava um dia chuvoso e o povo tremia de frio, e em suspense, em pensar que rumo poderia tomar os negócios referentes aos seus bens; preocupados se poderiam perdê-los.
Esdras o sacerdote, se levanta e se dirige ao povo dizendo:
Vós tendes transgredido, e casastes com mulheres estranhas, multiplicando assim, as suas culpas diante de Deus e de todo povo Israel.
Agora pois, fazei confissão ao Senhor Deus de vossos pais; e fazei a sua vontade; apartai-vos dos povos das terras, e das mulheres estranhas.

Em obediência as palavras de Esdras, reconhecendo que realmente estavam em pecado, lembrando também dos bons conselhos de seus pais, e da tradição de seus antepassados que andavam na presença do Senhor, e com isso eram bem sucedidos.

                                       ---- EJO ---- Continua


No comments: